Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de maio de 2012

Bélgica

Nestas férias, fiquei quase duas semanas na Bélgica. Foi a primeira vez que eu saí do continente.

Obviamente que aconteceu um monte de coisas lá. Nem tudo é material pro blog, mas é provável que aqui e ali saia uma história inspirada por esta viagem.

Aqui, a primeira parte de Belgium Curious Facts.

- Não consegui identificar um tipo belga. Sabe, quando você olha uma pessoa loura, alta e de olhos azuis, e associa com alemão ou suíço? Então, acho que a comunidade de Bruxelas é bastante multiétnica, e toda uma gama de tipos está representada na população. Não saberia dizer se são miscigenados como no Brasil, acredito que não. Mas ainda assim, temos amostra de populações dos mais variados semblantes. Se isso é causa, consequência ou de qualquer modo relacionado com o fato de Bruxelas ser um centro de vários órgãos internacionais, como o Parlamento da Comunidade Européia e a sede da OTAN, não saberia dizer.

- Os belgas fumam bastante! Quer dizer, eu pelo menos achei isso. Se estou errado, é mérito do sucesso das campanhas antitabagistas brasileiras ao longo dos anos.


- O trânsito da capital é caótico, mais que o de São Paulo. Sério! E eles não têm sequer o atenuante de terem uma frota de sete milhões de veículos.

- Se for à Bélgica, coma waffles.

- Aliás, as guloseimas típicas são waffles acompanhados dos mais variados toppings, batatas fritas no wrap e chocolate. Muitas e muitas lojas destes itens.

- As batatas são fritas duas vezes! Eles as mantêm fritas e, ao receberem o pedido do cliente, jogam-nas de novo no óleo fervente. Tem tudo pra dar merda, mas funciona!

- Apesar do conteúdo calórico dos pratos típicos locais, são raríssimos os belgas gordos. Ou seja, eles podem até comer porcaria, mas o fazem com moderação. Talvez isto explique (ou seja explicado por)...

- ... a grande quantidade de lanchonetes e restaurantes de comida natureba. Eles comem uma porcariazinha aqui e ali, mas também curtem comer verduras.

- O sistema político é único. A Bélgica, como é bem conhecido, tem duas comunidades principais, representadas por suas duas línguas oficiais: francês e flamengo; há ainda uma terceira comunidade, bem menor, composta de cidades que foram anexadas após a Segunda Grande Guerra, que fala alemão. O esquema é o seguinte: a Bélgica é uma federação cujos componentes são as regiões (norte, sul e capital), e as comunidades (francês, flamengo e alemão); cada um destes elementos tem seu próprio parlamento, que legisla sobre uma determinada competência. Os parlamentos representantes de regiões legislam sobre coisas relacionadas ao aspecto físico (agricultura, moradia, transportes, etc); os representantes de comunidades legislam sobre aspectos culturais (políticas de educação, língua, imprensa, etc) e o parlamento federal legisla sobre assuntos de interesse geral (saúde, segurança, diplomacia, etc).

- Quadrinhos são levados a sério. Ao contrário das comunidades americano-ocidentais, esta forma de comunicação atinge a públicos os mais variados; eles a chamam de nona arte. Alguns de seus personagens são conhecidos internacionalmente, como Tintim e os azulados Smurfs.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Invente! Faça o Fex mais contente!