Pesquisar este blog

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Dicção

Pessoal da minha família não tem, como se pode dizer, exatamente uma boa dicção. No popular: falam enrolado.

Uma vez minha irmã estava no sofá da casa do meu tio Osmar, quando chegou meu primo Rodrigo. Eles se cumprimentaram, conversaram por uns três minutos, saíram da sala, e até hoje minha irmã não faz idéia do que eles falaram.

Mas emblemático mesmo foi o episódio do papel alumínio. Domingão na casa da avó, família costumava se reunir lá. O tio TC (de Tóim Carlos) disse ao tio Osmar que precisava de papel laminado. Tio Osmar disse que achava que tinha em casa, ia lá buscar. Chegando, viu que não tinha, resolveu procurar pela cidade, pra não voltar de mãos vazias. (parêntese: Itaú tem 15 mil habitantes, e domingo, a cidade morre). Depois de rodar um bom pedaço, ele achou o bendito papel laminado numa vendinha, que por acaso estava aberta.

Chegando à casa da minha avó, ele entrega o rolo de papel alumínio a um surpreso TC:

- Que isso?
- Uai, papel laminado, que você pediu.
- Papel laminado? Eu pedi um PRESTOBARBA!

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Invente! Faça o Fex mais contente!