Pesquisar este blog

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Hawking ou Pantaleão?

Veja o início desta história aqui e aqui.

Mais um capítulo da novela da Poliana (a essa altura, dá pra entender a razão deste pseudônimo, né? Poderia muito bem ser Velhinha de Taubaté...).

Uma coisa preciso admitir: tem alguém muito criativo por trás desta conversa. E não sou eu!

Pois bem, a menina me aborda toda feliz, dizendo ter descobrido a "verdadeira doença" do rapaz: pseudolalia.

Pra quem não sabe, pseudolalia é um distúrbio psiquiátrico em que a pessoa conta mentiras grandiosas e acredita nelas.

Como o caso do Mun-Rá, que conseguia tirar 80 litros de leite de uma única vaca, mesmo tendo uma das mãos paralisadas, e que mandou trocar o helicóptero da família por um modelo azul, pois o verde estava sendo confundido com a aeronave da CEMIG (!).

(Confesso que guardo uma dose extra de ceticismo para doenças psiquiátricas. Hoje, pra toda aflição humana há um diagnóstico. Tá triste? Depressão. Tá bravo? Histeria ou Transtorno Bipolar. Tem uma mania? Transtorno Obsessivo-Compulsivo. O homem moderno acha que dá pra resolver todas as questões existenciais com uma pílula)

Pois bem, o dito tem a tal doença. Coitadinho, tão fofo, né? É doentinho, o pobre, por isso tantas mentiras...

Pergunto como ela ficou sabendo, ela me responde que Janaína (o espírito zombeteiro) é que diagnosticou, com base no conjunto da obra até então escrita pelo dito.

Neste momento, bate uma dúvida (cínica): Jana seria um espírito de luz, algo como um anjo da guarda, ou um espírito de uma pessoa já falecida? Ela me esclarece que Jana morreu na década de 70, no parto, e que era psiquiatra em vida. Conveniente,né? Provavelmente era uma médica ninja, já que dá consulta pelo MSN alheio.

Ah, bom. Ufa. Temos uma opinião profissional envolvida. Ainda bem que Jana já morreu, ou teria um sério desgosto quando sua licença médica fosse cassada...

Duvido é que os planos de saúde fiquem felizes de saber que médicos incorpóreos andam acompanhando pessoas e consultando de graça por aí!

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Invente! Faça o Fex mais contente!